quinta-feira, março 15, 2007

Relações Numéricas



Os átomos são partículas infinitesimais. Não se tem como não se tem como não se tem como não é possível isola-los numa balança para se conhecer o seu peso.
Vários cientistas em 1962, num Congresso Internacional, decidiram que o átomo de referência ou padrão a ser utilizado para medir o peso de outros átomos seria o isótopo do carbono-12 ou 12C.

Estabeleceram a unidade de massa atômica [(u) ou (u.m.a.)] como unidade de medida padrão para medir a massa de átomos.
Essa unidade corresponde a 1/12 da massa do átomo de carbono-12.
Ex: Um saco de 10 Kg de açúcar, quer dizer que o seu peso é 10 vezes maior que a unidade padrão de 1 Kg.
As relações numéricas de massa, mol, constante de Avogrado e volume molar estão resumidamente apresentadas na tabela abaixo:

Massa atômica de um átomo

Expressa quantas vezes a massa de um átomo é maior que 1/12 da massa do carbono-12.

Ex: 35Cl é 35 vezes maior que 1/12 12C

Massa atômica de um elemento

ou

Número de massa (A)

Corresponde a uma quantidade de partículas, obtida através da média ponderada dos isótopos dos átomos

Massa molecular

Expressa quantas vezes a massa de uma molécula é maior que 1/12 da massa do carbono-12.

Ex: H2O = 18 u.m.a

Massa molar

Quantidade de átomos de uma molécula.

n = massa/massa molecular

n = m/ MM dado em g/Mol

Constante de Avogrado

1 átm.g de H2 = 6,02x1023

1 mol.g de H2 = 6,02x1023

Volume molar

Volume ocupado por um mol de qualquer gás nas CNTP (0°C e 1atm) é igual a 22,4 L.



Conceitos

Massa Atômica de um Átomo: É dada pela comparação da massa de um determinado átomo com 1/12 da massa do carbono-12 (
que foi escolhido em 1962 como elemento padrão de massa atômica e é usado atualmente em todos os países.

Massa Atômica de um Elemento:
Um elemento químico é um conjunto de átomos de mesmo número atômico, ou seja, um conjunto de isótopos. Isso faz com que o conjunto de prótons desses átomos seja o mesmo, porém, o número de nêutrons pode variar, o que provoca número de massas diferentes. Assim sendo podemos definir como sendo a média ponderada das massas atômicas dos isótopos naturais desse elemnto. A quantidade de massa é representada pela unidade de massa atômica ou u.m.a.
Ex: O elemento boro (B) ocorre sob duas formas isotópicas na natureza:
5
B11 - 82% e 5B10 - 18%.
Qual a massa atômica deste elemento? [11x82 + 10x18]/100 = 10,82 u.m.a

Massa Molecular: É o número de vezes que a massa de uma molécula é maior que 1/12 do carbono-12. A molécula é um conjunto de átomos.
É dada em unidade de massa atômica (u.m.a.).
Ex: massa molecular da H2O = 2x1 + 1x16 = 18 u.m.a.
Massa molecular do NaCl = 1x23 + 1x35,5 = 58,5 u.n.a.

Massa de um íon: Corresponde a massa atômica do átomo ou a soma das massas atômicas dos átomos que constituem o íon, uma vez que os elétrons possuem massas desprezíveis.







Massa Molar: A massa molar é a massa expressa em gramas, de um mol (quantidade de matéria de um sistema que contém tantas entiodades elementares quantos átomos existem em 12 g de carbono-12) da substância. Podemos utilizar a fórmula: n= m/MM, sendo que: n é o número de mols, m é a massa expressa em gramas e MM é a massa molecular.
Ex: H2O = 2x1 + 1x16 = 18 g/mol. Uma molécula de água pesa 18 gramas.

Número de Avogrado: Os cientistas pesquisaram e definiram uma grandeza de peso para os átomos, conforme vimos acima, a unidade de massa atômica (u.m.a.). Mais tarde, os cientistas Lourenzo Romano Amadeo, Carlos Avogrado Di Quarequa e Di Carreto, perceberam que a quantidade de 1 u.m.a. que pesaria 1 grama, se repetia para qualquer entidade ou espécie química, chegando ao número de 6,022045x1023 .
É a quantidade de átomos ou moléculas existentes em 1 atg (átomo-grama) ou mol.g (mol-grama), de qualquer elemento ou substãncia química. Contém 6,02x1023 partículas elementares (átomos, moléculas, íons, elétrons, prótons, nêutrons, etc.)
1/12 12C = 1 u.m.a. = 6,02x1023 = 1 mol

Volume Molar: é o volume ocupado por um mol de qualquer gás nas CNTP (condições normais de temperatura e pressão, 0°C e pressão de 1 atm), sendo o volume igual a 22,4 L. De acordo com as novas resoluções da IUPAC (União Internacional de Química Pura e Aplicada), o novo volume molar é de 22,71 L. No entanto, o valor de 22,4 L ainda continua sendo muito utilizado.















4 comentários:

Anônimo disse...

Adorei tudo.

está muito bem explicado. Consegui entender bem.

Vanessa Klaim Boy disse...

Já me ajudou nas minhas relações uméricas da aula de química geral!!!

naninha disse...

muiiito bom...bem explicado...vou me dar bem..

Anônimo disse...

me ajudou bastante com o meu trabalho d relações númericas!